logo 02

Curso de Extensão avalia a postura dos movimentos sociais

Temas como aborto, casamento homoafetivo, ações afirmativas, discurso de ódio serão discutidos dentro da grade de conteúdos que será aplicada em sala de aula. 

A Faculdade Baiana de Direito está com as inscrições abertas para o curso de extensão em Direito e Movimentos Sociais. O curso assume o pressuposto de que a atuação dos movimentos sociais no que dizer respeito a temas ideologicamente controversos, levanta problemas teóricos referentes às concepções de justiça, democracia e de ação política que inspiram os respectivos pleitos de reconhecimento de direitos pelos poderes do Estado. 

Com inscrições até 03 de julho, o curso será coordenado pelo Doutor em Direito Público e em Ciências Sociais Daniel Oitaven, com carga horária de 32 horas. Serão 9 encontros, no período de 03 a 18 de julho.

"Discutir os fundamentos dos discursos dos movimentos sociais sobre temas polêmicos (como aborto, casamento homoafetivo, cotas e discurso de ódio), inclusive no contexto das decisões do STF, é essencial para a formação do jurista no que diz respeito às noções de democracia, direitos humanos e tolerância, bem como ao seu uso retórico”, explica Oitaven.

Voltado para estudantes das ciências sociais aplicadas e profissionais de Direito, Serviço Social e Psicologia, o curso avaliará criticamente a postura argumentativa dos movimentos sociais, especialmente no que diz respeito: à construção estratégica de narrativas de sofrimento em contextos juridicamente relevantes; e ao papel das semânticas coletivas como atalhos discursivos de identificação de aliados e oponentes políticos.

As aulas serão ministradas na unidade de Amaralina, sempre às segundas, terças e quintas, das 18h às 22h.  As inscrições estão sendo feitas através do site www.faculdadebaianadedireito.com.br ou nas sedes da Faculdade Baiana de Direito (Amaralina e Jardim Armação), com valor de R$550 (2x de 275).   As vagas são limitadas.